Natação para bebês: O despertar pela piscina

Aulas de natação ajudam no desenvolvimento dos bebês

Natação para bebês: O despertar pela piscina
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

É desde pequeninho que se aprende a nadar nas piscinas do Regional Sesc Amapá,  onde se realizam aulas específicas para bebês. Raul Camacho, de 1 ano e 3 meses de idade, com apenas um mês de atividade já se mostra à vontade e feliz no ambiente aquático.

'É sempre bom buscar atividades que estimulam melhor seu desempenho e façam ele se divertir assim", destaca a mamãe Carolina Camacho.

Divertida e estimulante, a natação para bebês encoraja a aptidão natural dos pequenos para se movimentarem na água. O objetivo não é que eles aprendam a nadar, pois, na verdade uma criança só aprende a nadar após os 4 anos de idade, o foco é na ambientação aquática, no estímulo da coordenação e no desenvolvimento de várias áreas como os sentidos de tato, a audição, o olfato e a visão.

O despertar pela piscina

As aulas ofertadas na unidade do Sesc Araxá ocorrem duas vezes por semana e têm duração de 30 minutos, com duas turmas divididas por faixas etárias, sendo uma que atende os 6 meses até 2 anos e outra a partir de 2 anos até os 3 anos de idade.

Sempre acompanhados por um dos pais (ou pelo dois), o grupo é orientado a praticar exercícios voltados ao desenvolvimento socioafetivo, desenvolvimento do equilíbrio e exploração do espaço com estímulos de braços e pernas, deslocamentos variados, saltos e flutuação.

A atividade encoraja os bebês a terem uma maior autonomia e serem mais confiantes e sociáveis, já que durante as aulas os pequenos podem se ralacionar com outras pessoas, outros bebês, brincar muito, segurar objetos e obter diversos aprendizados de acordo com sua idade.

"É através de multiplos recursos materiais como, bolas, pranchas, tapetes e boias, e uso do seu próprio corpo que criamos condições para que a criança desenvolva gradativamente sua autonomia total na água", afirma o professor Romário Silveira.

O fato de estar com companhia do papai ou da mamãe transmite segurança, tranquilidade e aumenta o vínculo entre pais e filhos. E, nesse banho de fofura, ambos partilham o prazer de se refrescar numa piscina de brincar e sorrir, o que torna a prática uma agradável experiência para a família.

Serviço - Sesc Amapá
Coordenadoria de Comunicação e Marketing
E-mail:  ascom@sescamapa.com.br
Fone: (96)3241-4440 (ramal 235)
Site: www.sescamapa.com.br

 

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp